Naruto - Boruto RPG

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Trama] Arco do Templo

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1[Trama] Arco do Templo Empty [Trama] Arco do Templo em Qua Jul 31, 2019 3:26 pm

Um

Um
Staff
Staff
Oração
Capítulo 1

Subindo as escadarias de um grande edifício cercado por inúmeras arvores altas e frondosas, uma jovem chorava. Ela olhava para os vitrais coloridos que encenavam guerras, milagres e ressurreições com suspiros. Os olhos escuros e fundos, levemente avermelhados e inchados mostravam sua dor e seus dias de choro continuo.

Nas grandes e monumentais portas do templo, duas pessoas estavam paradas. Uma delas, alto e jovem, cabelos loiros na altura dos ombros, vestido com um roupas sociais pretas, terno e gravata, algo incomum. O homem sorria para a jovem que chegava ao ultimo degrau das escadarias.

- O divino está contigo - Dizia ele segurando a mão da jovem e indicando sua direção para dentro do local.

A outra pessoa do lado oposto ao homem, sorria gentilmente mas não se manifestava, uma linda mulher de roupas azul marinho, uma saia justa abaixo dos joelhos, blusa de mangas longas e gola alta. Ela segurava um livro grosso em seus braços pressionando-o no peito.

Os dois eram claramente pessoas muito diferentes, suas feições, vestimentas e todo o resto. A única coisa que possuíam em comum era um brinco.

A jovem que antes havia subido arduamente as escadas adentrava o templo. Longas fileiras de bancos de marfim alastravam-se pela gigantesca catedral, os vitrais mais vivos do que nunca, pareciam se mover com os passos da jovem que aflita em sua dor os ignorava, ela sentava-se em um banco retirando de seu bolso uma espécie de colar.

- Minha filha, voltas-te - Dizia um homem que se aproximava dela, sentando-se ao seu lado. Ele era baixinho e calvo, com longas vestes claras e uma faixa negra na cintura. Em sua orelha esquerda havia um brinco de papel com uma espécie de sol desenhado. Os olhos do homem eram completamente brancos. - É bom vela novamente aqui - Dizia ele com sua voz gentil e acolhedora
- Senhor... - Ela dizia entre lagrimas
- Não se preocupe filha, o divino ouvira suas preces - Ele colocava a mão no ombro da jovem - Tudo ficará bem - Ele se levantava e a deixava sozinha.

A jovem voltava as suas orações silenciosas enquanto lagrimas pingavam nos pisos brilhantes do local.

- Miriana? - Dizia uma voz fraca atrás da jovem. Ela se virava rapidamente levantando-se do banco as pressas, com os olhos arregalados, ela sorria
- Pai? Pai é mesmo o senhor!? - Correndo entre os bancos da catedral, Miriana abraçava um homem de cabelos e barba branca. - Como? Como o senhor... - Ela se engasgava quando aos poucos ele começava a desaparecer

- Ele esta com o divino minha filha - Dizia o homem com faixa preta na cintura. Ela se virava rápido
- Como? Como isso aconteceu? - Ela ficava emocionada, parecia feliz, mas confusa
- Minha filha...O divino pode tudo, gostaria de rever seu pai novamente? Gostaria que ele voltasse? - O homem perguntava.
- Sim! É o que mais quero! - Ela se aproximava do homem
- Venha... vamos rever seu pai - Dizia ele virando-se e seguindo para mais fundo no local.

Do lado de fora, uma brisa quente passava movendo os cabelos dos dois que mantinham-se firmes na porta
- Ela é a próxima? - Perguntava a moça com um suspiro
- Sim, ela será agraciada com o milagre - Dizia o homem de terno
- Estou feliz por ela, o divino é realmente maravilhoso - Dizia a jovem abrindo o livro. Ela cantava ao vento um verso qualquer do mesmo.
- Por que insiste em fazer isso Kuima? Sabes que não gosto da tua voz - Dizia o homem, ele começava a descer as escadas.
- Desculpe Lunnmaru, eu esqueço-me disso, sua opinião é muito importante para mim -  Comentava Kuima com um sorriso sarcástico

De dentro da catedral, a jovem que antes chorava saia tranquila, mas sua expressão era séria, até demais.
- O divino esta com você - Dizia Kuima com um sorriso gentil
- O divino esta com você - Respondia Miriana, ela não parecia estar para muitas palavras - Poderia me responder uma coisa? - Perguntava de supetão
- Claro, o que desejar - Aproximava-se a jovem segurando seu livro contra o peito
- Para qual lado fica konoha? - Perguntava sem esperar a aproximação de Kuima
- Oh, konoha...Ela fica a leste - Dizia entregando um brinco de papel exatamente igual ao seu próprio e ao dos restantes que ali estavam anteriormente.
- Obrigada - Miriana respondia pegando o brinco e atando-o a orelha. A jovem olhava para o céu a leste, uma grande e poderosa energia era liberada dela, sem delongas saltava para o leste com um grande velocidade.

- Já ira começar sua tarefa? - Perguntava Kuima com um sorriso, mesmo que a outra já não se encontrasse mais alí. O sorriso diferente de antes, não era de simpatia ou de felicidade, era algo sínico e estranhamente perigoso. - O divino...Esta com você -

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Tópicos similares

-

» [Trama] Nova Akatsuki

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

MensagensUsuários registradosÉ o novo membro